Mais um ano se iniciou e a maioria das pessoas começa esse novo tempo fazendo uma lista daquilo que pretende, ou não, fazer no novo ano assim que a contagem regressiva termina; e você, faz parte desse grupo?

Se pensarmos nessa listinha, do ponto de vista feminino, o primeiro tópico provavelmente estará relacionado ao peso, àquilo que será feito, seja para ganhá-lo ou perdê-lo. Essa posição na lista não está relacionada apenas à vaidade, boa parte das mulheres no Brasil, além de estarem insatisfeitas com seu peso, desenvolveram hábitos prejudiciais à saúde, como dietas pobres, falta de atividade física e estilos de vida sedentários.

De acordo com dados do Ministério da Saúde, cerca de 57% das mulheres adultas no Brasil estão com sobrepeso ou obesas. Isso pode levar a problemas de saúde como diabetes, doenças cardíacas e pressão alta, ou seja, não à toa, o topo da lista de ano novo está ocupado por esse problema chamado obesidade.

A prevenção e o tratamento do sobrepeso e da obesidade, incluem mudanças na dieta e na atividade física, além de terapia comportamental e, em casos graves, a decisão pela cirurgia bariátrica.

Atualmente, existem várias alternativas naturais e também suplementos que contêm em sua fórmula minerais como o cromo, magnésio, zinco e iodo, e vitaminas como a biotina e a vitamina C; esses são apenas alguns exemplos de elementos que podem ajudar você a queimar gorduras e atingir o peso desejado.

Os suplementos têm se destacado e transformado a vida de muitas mulheres, mas é importante que você tenha em mente que a perda de peso é um processo complexo, e inclui também uma dieta saudável e equilibrada, atividade física regular para que você alcance e mantenha uma perda de peso saudável.